Com recurso a dados de satélite e de campo, o projeto SeverusPT tem como objetivo disponibilizar de forma periódica e atempada, informação relevante sobre avaliação e previsão da severidade do fogo nos ecossistemas. Através da inclusão das entidades nacionais que se dedicam às atividades de gestão do fogo, planeamento e gestão territorial, Observação da Terra e público em geral, este projeto pretende monitorizar, proteger e apoiar o restauro dos ecossistemas.

O SeverusPT é um Projeto de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico no Âmbito da Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (2019) financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT, ref. nr.: PCIF/RPG/0170/2019). O SeverusPT é assegurado por duas instituições, o BIOPOLIS/CIBIO/InBIOCentro de Excelência em Biologia Ambiental, Investigação de Ecossistemas e Agro-Biodiversidade da Universidade do Porto e o IPVC – Instituto Politécnico de Viana do Castelo, que em consórcio reúnem uma equipa de investigadores para o efeito.

SEVERUS PT – UM SERVIÇO E PRODUTO DE DADOS PRESENTES NA WEB PARA A AVALIAÇÃO E PREVISÃO DA SEVERIDADE DO FOGO EM PORTUGAL CONTINENTAL

O Desafio

Apesar do forte investimento em mecanismos de extinção do fogo, a frequência de incêndios extremos tem vindo a aumentar.

Agravados pelas mudanças climáticas e pela acumulação de combustíveis, estes eventos extremos superam com frequência a capacidade de extinção dos dispositivos atuais, colocando vidas e bens em risco.

Face a estes desafios, avaliar e prever os efeitos destes eventos nos ecossistemas (i.e., severidade) é fundamental para uma prevenção e um combate efetivos.

Surpreendentemente, existem lacunas generalizadas na provisão de dados públicos, padronizados e validados sobre a severidade do fogo.

No SeverusPT, propomos colmatar esta lacuna desenvolvendo uma moldura para avaliar, mapear e prever a severidade do fogo, com base em indicadores do funcionamento ecossistémico obtidos a partir de dados de satélite relacionados com o carbono, água e balanço de energia.

Esta moldura será desenvolvida, testada e validada a várias escalas espaciais em Portugal continental.

A Abordagem

A crescente disponibilidade de dados de satélite permite uma caracterização detalhada dos diversos efeitos do
fogo a larga escala

Os indicadores espectrais e do funcionamento ecossistémico extraídos através de deteção remota (fluxos de matéria e energia) são especialmente úteis para avaliar a severidade do fogo.

A moldura de trabalho proposta será desenvolvida, testada e validada em várias escalas espaciais, em Portugal continental, suportando pipelines de análise e modelação preditiva que permitam projeções espaciais da severidade histórica e potencial.

Complementarmente será desenvolvido um serviço web para fornecer estes produtos de forma contínua e estandardizada apoiando assim a gestão preventiva do risco de incêndio, a vigilância e combate e o restauro pós-fogo.

Para assegurar outputs pragmáticos e relevantes serão envolvidos desde início no co-desenho e desenvolvimento dos produtos e do serviço web de severidade do fogo, os atores nacionais mais relevantes na gestão do fogo, planeamento, gestão territorial e Observação da Terra.

Objetivos

Criar uma estrutura robusta, eficiente e espacialmente explícita para avaliar, mapear e prever a severidade do fogo

Entregar um produto / serviço útil e co-desenhado que melhore significativamente a capacidade institucional e operacional para gerir o risco e o restauro pós-fogo

Desenvolver um ambiente de colaboração sólido com as principais partes interessadas com o objetivo de entregar um produto / serviço útil e garantir a sua melhoria futura e sustentabilidade a longo prazo

Desenvolver, disseminar e partilhar um conjunto de outputs científicos que contribuam para o avanço do estado do conhecimento internacional sobre a
severidade do fogo, os seus fatores determinantes e as suas ligações com a gestão de riscos

No decorrer deste projeto iremos partilhar com toda a comunidade os outputs do nosso trabalho.

Newsletter

Subscreva e acompanhe todas as nossas atualizações. Estamos a trabalhar para construir um futuro melhor para todos.

Junte-se a nós.









    Financiamento

    • FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia (279,848€)
    • Referência: PCIF/RPG/0170/2019
    • Data: 2021 (duração 3 anos)
    TOP